O branqueamento de Machado de Assis

Em setembro, a Caixa Econômica Federal começou a veicular um comercial em comemoração aos seus 150 anos. Nele, a atriz Glória Pires narra parte da história do escritor Machado de Assis, que teria sido correntista no banco. O detalhe é que o mulato Machado apareceu branco no comercial. As reações foram imediatas, inclusive por parte de outros órgãos do Governo Federal. A exibição foi suspensa, a Caixa reconheceu o erro e, no mês seguinte, lançou uma nova versão com Machado de Assis representado por um ator negro e apresentado por Ailton Graça, outro ator negro, enfatizando que a mudança era uma questão de respeito ao povo brasileiro.

Relembre as principais notícias sobre a polêmica da mudança de cor de Machado de Assis:

Ator branco faz escritor mulato em comercial e causa polêmica
Caixa se explica após “branquear” Machado de Assis em comercial
A Caixa Econômica Federal, a política do branqueamento e a poupança dos escravos
Caixa Econômica tira do ar propaganda com Machado de Assis branco
Após críticas, Caixa troca ator em propaganda com Machado de Assis

Deixe um Comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>